Origem e trajetória

SÃO BORJA

Cidade Histórica, Terra dos Presidentes e Capital Gaúcha do Fandango. Atualmente, estes são os títulos oficiais atribuídos à São Borja, cidade brasileira situada na fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul, banhada pelo Rio Uruguai, localizada na divisa com a Argentina. Com mais de 330 anos de história, é considerada uma das mais antigas cidades do estado e uma das primeiras do Brasil, não atoa foi chamada histórica.

Fundada pelo padre jesuíta Francisco Garcia, em 1682, no século XVI, tornou-se a primeira Redução Jesuítica Guarani a ser fundada no segundo ciclo das Missões no Rio Grande do Sul, a Redução de São Francisco de Borja, tal ocorrência faz com que hoje a cidade seja reconhecida como 'Primeira dos Sete Povos das Missões".

Em 21 de maio de 1834 foi elevada à condição de município e tem sua trajetória e desenvolvimento pautados por acontecimentos de relevância histórica, cultural e política de reconhecimento nacional e internacional. Em 1867, por exemplo, seu território foi alvo de ofensivas militares na Guerra do Paraguai. Por suas terras férteis já foi popularmente conhecida como Capital da Produção, Terra de Valor, Capital do Linho e Capital do Trigo.

São Borja ganhou maior destaque no cenário nacional quando seus conterrâneos Getúlio Vargas (1930-1945 e 1951-1954) e João Goulart (1961-1964) chegaram à presidência do Brasil. A cidade apresenta grande vocação política, sendo chamada por historiadores e cientistas políticos como “berço do trabalhismo”. É cidade natal de mais ilustres políticos como Aparício Mariense da Silva, Tarso Genro, Ibsen Pinheiro, Luís Carlos Heinze, entre outros.

​FONTES:

  • PINTO, M. & SILVA, J. V. (Org.) História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja. 1ed. Erechim: Editora Erechim, 2015

  • TRINDADE, F. de M. Análise da paisagem urbana edificada de São Borja - RS: potencial turístico não explorado. In: 7° Seminário de Pesquisa em Turismo do MERCOSUL - SeminTUR, 2012, Caxias do Sul. Anais do VII Seminário de Pesquisa em Turismo do MERCOSUL, 2012.

  • MENDES, F.; RODRIGUES, F. P.; M. RETAMOZO, A. S. A dimensão imaterial dos bens culturais de São Borja. In: PINTO, M.; SILVA, J. (Org.) História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica De São Borja. 1ed. Erechim: Editora Erechim, 2015

  • Ícone do Facebook Cinza

© 2020 por  REVISTA SÃO BORJA